As autoridades dos Estados Unidos elevaram, na noite de quinta-feira, para 39 o número de mortos provocados direta ou indiretamente pela tempestade Harvey.

A porta-voz Instituto de Ciências Forenses do condado de Harris Tricia Bentley afirmou na noite de quinta-feira que foi confirmada a existência de mais sete mortes relacionadas com a tempestade tropical Harvey.

Só no condado de Harris, que acolhe Houston, foram contabilizadas 25 vítimas mortais. Na manhã de quinta-feira, Tricia Bentley tinha advertido que a morgue estava perto de atingir a sua capacidade devido à chegada de corpos relacionados com a tempestade e a outras mortes ocorridas na quarta maior cidade dos Estados Unidos.

A Presidência dos Estados Unidos anunciou que Donald Trump vai doar um milhão de euros da sua fortuna pessoal para ajudar as vítimas da tempestade Harvey, e que serão os repórteres a ajudar a decidir quem recebe a verba.

Cerca de 100 mil habitações sofreram danos causados pela tempestade tropical Harvey nos estados norte-americanos do Texas e Luisiana, anunciou na quinta-feira a Casa Branca, acrescentando que irá pedir acessos aos fundos de emergência nacional.

O assessor de segurança nacional e antiterrorismo da Casa Branca, Thomas Bossert, indicou esta quinta-feira, durante uma conferência de imprensa, que os fundos de emergência do Governo têm liquidez, mas anunciou que a Casa Branca vai pedir financiamento adicional.

Ainda que Bossert não tenha dado um valor certo sobre o financiamento que será pedido, o Governador do Texas, Greg Abbott, estimou que o montante necessário possa chegar aos 100 mil milhões de dólares.

Os peritos citados pela agência de notícias espanhola Efe assinalaram que o Fundo de Resposta a Desastres Naturais da Agência Federal de Gestão de Emergências, atualmente com 2.200 milhões de dólares, vai esgotar-se rapidamente dada a magnitude dos danos.