Um homem, de 59 anos, morreu esta quarta-feira, em Giannoulis, Larrissa, na Grécia, ao lado de uma longa fila de pessoas que tentavam levantar os 60 euros que cada grego pode retirar da conta por dia. De acordo com a imprensa grega, nenhuma das pessoas que esperavam na fila ajudou o homem receio de perder o lugar. 

Segundo conta o jornal grego KosmosLarissa, o incidente aconteceu na quarta-feira, por volta das 15:00. O homem, de nacionalidade albanesa, sentiu-se mal depois de ter saído do médico, cujo consultório se situava próximo da dependência bancária, e caiu inanimado ao lado da fila.

De acordo com um residente de Giannoulis, quando o homem caiu "ninguém saiu da fila para ajudar", apenas "olharam" para ver o que tinha acontecido.

"Fiquei chocado quando o vi vomitar e cair. Gritei de imediato 'ajudem gente, ajudem', mas ficaram todos na fila e tudo o que fizeram foi olhar. Ninguém saiu da fila para nos ajudar. Viraram a cabeça, um atrás do outro, mas ninguém se mexeu! Corri até à farmácia e implorei ao farmacêutico que corresse, mas foi tarde demais. O homem morreu", contou ao jornal press-a, acrescentando: "Estou chocado".


O homem acabou por ser levado para o hospital, mas já não foi possível salvá-lo. Segundo os primeiros relatórios, tratou-se de uma morte natural.

O jornal Expresso noticia que o homem se encontrava na fila para levantar dinheiro quando tudo aconteceu, mas a imprensa grega diz apenas que homem estava perto do local.