Um monge chinês voltou a quebrar o recorde mundial, depois de correr 125 metros sobre água, na represa de Quanzhou, na China. Foram precisas três tentativas para que Shi Liliang conseguisse bater a anterior marca de 120 metros.

Cinco metros foram sufcientes para bater o antigo recorde detido pelo monge, desde janeiro. Para a proeza, que requer somente equilíbrio mas também velocidade, o monge teve de percorrer uma fileira de 200 placas de madeira, com apenas um centímetro de espessura.




Desde a última marca de Shi Liliang tem treinado no Templo Shaolin de Quanzhou. O monge afirmou que para tal “é necessário ser rápido, mas deve apenas dar-se passos curtos”.

A ordem dos monges Shaolin existe no oriente desde a Idade Média e é conhecida pelo treino árduo dos seus membros, que tentam ultrapassar os limites da condição humana.