Um novo cessar-fogo de 48 horas entrou hoje em vigor em três cidades da Síria, acordado após negociações entre as forças do regime e os rebeldes, informou um mediador e uma organização não-governamental.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede no Reino Unido, indicou que os combates e o lançamento de ‘rockets’ cessaram em Zabadani, o último bastião rebelde na fronteira sírio-libanesa, e em Fuaa e Kafraya, na província de Idlib, no noroeste, controladas pelas forças do regime.

Mohammed Abu Qassem, mediador da trégua, tinha indicado anteriormente que o cessar-fogo deveria produzir efeitos às 06:00 locais (04:00 em Lisboa).

A nova trégua de dois dias segue os mesmos moldes de uma outra, acordada no início do mês.

Cessar-fogos locais têm sido aplicados periodicamente em algumas partes da Síria, geralmente para permitir que a ajuda alimentar e médica chegue a áreas sitiadas.

Desde que começou em março de 2011, o conflito na Síria causou mais de 240.000 mortos e forçou milhões de pessoas a abandonarem as suas casas.