O estado norte-americano do Texas pediu, na terça-feira, a um juiz federal que impeça o Governo dos Estados Unidos de realojar ali mais refugiados, no mais recente esforço para travar a entrada de sírios que fogem da guerra.

O procurador-geral do Texas, Ken Paxton, avançou com este pedido depois de a administração de Barack Obama ter admitido que um grupo de sírios foi realojado em Houston na semana passada, sem que o estado tenha sido informado, tal como é requerido.

O magistrado em questão, David Godbey, rejeitou, em dezembro, um primeiro pedido do Texas para suspender a chegada de refugiados ao estado, mas exigiu às autoridades federais que informem, com pela menos uma semana de antecedência, sobre novas chegadas.