A republicana Michele Bachmann comparou o comportamento de Barack Obama ao de Andreas Lubitz, o copiloto que provocou de forma deliberada a queda do avião da Germanwings nos Alpes franceses.

A comparação controversa foi partilhada na sua conta oficial do Facebook, a propósito do acordo com o Irão sobre os programas nucleares.

«Com este acordo com o Irão, Barack Obama é para 300 milhões de almas dos Estados Unidos o que Andreas Lubitz foi para 150 almas do voo da Germanwings: um piloto demente que conduziu a sua nação inteira para o abismo.»

 

With his Iran deal, Barack Obama is for the 300 million souls of the United States what Andreas Lubitz was for the 150...

Posted by Michele Bachmann on Tuesday, March 31, 2015

As declarações agitaram as redes sociais não só porque Bachmann sugeriu que Obama é demente, mas também porque a republicana usou uma tragédia que provocou 150 mortos para tecer comentários políticos.

Esta não é, no entanto, a primeira vez que a ex-advogada faz declarações polémicas.

Bachamann afirmou, por exemplo, que a imprensa norte-americana devia investigar os membros do Congresso para saber se estes eram pró-América ou anti-América, disse que o musical «Rei Leão» era propaganda gay e que a vacina contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV) nas raparigas podia causar um atraso mental. 

Apesar de ter saído da Câmara dos Representantes, onde representava o estado do Minnesota, este ano parece que Bachmann mantém-se de olhos postos na esfera política norte-americana e com vontade de partilhar ao mundo a sua opinião sobre os temas da atualidade.