O número de mortos na sequência de uma forte explosão num complexo petroquímico no México subiu na quinta-feira para 24, depois de as autoridades conseguirem entrar nas instalações, informou a empresa estatal Pemex.

“Confirmámos 24 mortos”, mais que os 13 anteriormente indicados, disse o CEO, Jose Antonio Gonzalez Anaya, em conferência de imprensa, acrescentando que o número de desaparecidos desceu de 18 para oito, segundo as agências. 

A explosão aconteceu às 15:15 locais (20:15 de Lisboa) de quarta-feira, na fábrica Clorados 3 do complexo conhecido como Parajitos e sentiu-se com mais intensidade perto do porto.