A Coreia do Sul informou hoje terem sido registadas mais duas mortes devido à Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS), o novo coronavírus, elevando o número de vítimas mortais para 31.

As duas últimas vítimas mortais são duas mulheres de 79 e 80 anos, que sofriam de outras doenças antes de contraírem o vírus, precisou o Ministério da Saúde.

Um novo caso de contágio foi detetado, fixando em 181 o número de infeções pelo novo coronavírus na Coreia do Sul, desde que o país asiático registou o seu primeiro caso, a 20 de maio, num indivíduo que regressou de uma viagem à Arábia Saudita.
 

Primeiro infetado na China saiu do hospital


O sul-coreano que foi o primeiro doente com a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS) diagnosticada na China saiu esta sexta-feira do hospital após um mês de internamento, informou a televisão chinesa CCTV.

O doente, um homem de 44 anos que tinha entrado na China de autocarro depois de uma viagem de avião da Coreia do Sul para Hong Kong, chegou a estar em estado crítico no início deste mês, mas conseguiu recuperar totalmente e teve alta do hospital onde estava internado, em Huizhou, cidade na província chinesa de Guangdong.

Mais de 70 pessoas que estiveram em contacto com o doente na China foram colocadas em quarentena, mas nenhuma contraiu o novo coronavírus.