Um menino de oito anos com necessidades especiais foi detido e enfrenta agora duas acusações criminais, depois de fugir da escola onde estudava. De acordo com o padrasto do menino, ele tem distúrbios comportamentais e sofre de «problemas de raiva».

A criança fugiu do Hillside Learning and Behavior Center, em Alleganno estado norte-americano do Michigan. Foi encontrado por funcionários da instituição numa loja perto da escola.

Os colaboradores da escola chamaram uma unidade da polícia local para conduzir o menino de volta para a instituição. A criança foi colocada na parte de trás do carro da polícia e terá sido agredida verbalmente pelos agentes. No caminho para a instituição, partiu uma câmara de vigilância alojada no carro da polícia. Enfrenta agora as acusações de resistência à autoridade e destruição de bens públicos.

O padrasto do menino critica a atuação da escola e da polícia. «Ele tem necessidades especiais e sofre de problemas de raiva. Colocam-no na parte de trás de um carro de polícia sozinho? Se o tinham sob controlo porque não viajaram com ele na parte de trás do carro?», questionou, citado pelo jornal online «Inquisitr».