O presidente da principal região do norte de Marrocos – Tanger, Tetuão e Al Hoceïma-, Ilyas El Omari, defendeu na sexta-feira a legalização do cultivo de cannabis, mas recusou “renunciar à luta contra o tráfico de drogas”.

El Omari, que também dirige a principal força da oposição, o Partido Autenticidade e Modernidade (PAM), defendeu a legalização de cannabis na abertura de um simpósio patrocinado pela mesma região, na cidade de Tânger, dedicado aos problemas decorrentes da ilegalidade das drogas.

O cannabis é o nome da planta a partir da qual se produz o haxixe, chamado ‘Kif’ pelos marroquinos.