O jovem de 17 anos que esta quarta-feira agrediu o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, é, afinal, familiar da mulher deste, tendo os pais do adolescente já afastado a justificação de motivações políticas para o ataque.

Segundo avançou o La Voz de Galicia, Andrés de V. F. é filho de uma prima de Elvira Fernández, “Viri”, a esposa de Mariano Rajoy.

Os pais do adolescente afirmaram que é conhecida em Pontevedra a simpatia da família pelo Partido Popular (PP), que Rajoy lidera, descartando a possibilidade de o jovem pertencer a outros partidos. Esta possibilidade foi, também, afastada por Andrés em conversa com o seu advogado.

O jovem foi ouvido esta tarde na procuradoria de menores de Pontevedra e vai ser submetido, amanhã, a um exame psiquiátrico no Instituto de Medicina Legal.

Andrés de V. F. foi detido ontem logo após ter esmurrado o primeiro-ministro espanhol numa ação de campanha em Pontevedra.

Informações veiculadas hoje pela imprensa espanhola, baseadas em mensagens trocadas pelo jovem com os amigos, revelaram que o ataque a Mariano Rajoy não foi um ato improvisado

O jovem de 17 anos trocou mensagens com amigos pela aplicação Whatsapp e recebeu incentivos por parte destes para que prosseguisse com o plano. 

Segundo o El Mundo, “Capi mata-o”, “os polegares nos olhos” e “cospe-lhe na cara” foram as mensagens que Andrés recebeu cerca de 10 minutos antes de socar o primeiro-ministro. O jovem respondeu com uma fotografia sua tirada em frente ao espelho seguida da frase “já estou a sair”. 

Andrés de V. F. deverá ser condenado por ataque a uma autoridade, e pode vir a cumprir uma pena que pode chegar aos seis anos de prisão. No entanto, tratando-se de um menor de idade, o jovem pode ser sujeito a um regime de internamento, destinado a adolescentes com idades superiores a 14 anos. 

Pode ver o vídeo da agressão AQUI.