O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, revelou esta quinta-feira que cinco ataques terroristas foram «frustrados» em França nos últimos meses.

«Inúmeros ataques foram frustrados – cinco se se tiver em conta o ataque que felizmente não teve lugar em Villejuif», nos arredores de Paris, no passado domingo, disse Valls à rádio France Inter, um dia depois do anúncio da detenção de um jovem argelino que projetava um atentado contras igrejas em França.

Sid Ahmed Ghlam, de 24 anos, estudante de informática que habitava numa residência universitária parisiense, é também suspeito de ter assassinado uma mulher de 32 anos. A polícia apreendeu documentos que o ligavam ao grupo extremista autointitulado Estado Islâmico (EI) e à organização terrorista al-Qaeda.

O «Le Monde» acrescenta que o jovem tinha sido colocado sob vigilância após ter passado uma semana na Turquia.