Uma menina de seis anos tornou-se na terceira vítima mortal da explosão de uma granada lançada no domingo contra um acampamento de manifestantes antigovernamentais numa zona comercial de Banguecoque, informou esta segunda-feira a imprensa local.

A menina era irmã de um rapaz falecido no mesmo ataque, juntamente com uma mulher de 40 anos, de acordo com as agências internacionais.

O incidente ocorreu na tarde de domingo, na área comercial de Ratchaprasong, um dos lugares ocupados por manifestantes, e além das três vítimas mortais, provocou mais de 20 feridos, alguns com gravidade, de acordo com o diário «The Nation», citado pela agência Efe.