Dois funcionários da Polícia Municipal de El Hatillo, zona sul de Caracas, ficaram feridos no sábado durante um protesto de cidadãos pela falta de energia elétrica que se prolonga há mais de 12 horas.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de El Hatillo, David Smolansky, o protesto teve lugar na urbanização El Cigarral.

Inicialmente o protesto decorria pacificamente, mas gerou vários episódios de violência depois de um grupo de 20 pessoas encapuzadas se «infiltrarem» entre os manifestantes.