Uma mulher foi detida no Aeroporto Adolfo Suárez Madrid - Barajas com 1,7 quilos de cocaína nas duas próteses mamárias, avança o El País.

A cidadã venezuelana, de 43 anos, chegou a Madrid num voo procedente de Bogotá, Colômbia, e foi denunciada pela sua atitude e comportamento à chegada.

O Grupo Operacional de Estupefacientes detetou irregularidades e deformações nos seios da mulher e a passageira, depois de ver como revistavam o seu equipamento, confessou que transportava implantes de silicone com cocaína nas mamas. De imediato, e perante o risco para a sua vida, a mulher foi transferida para um hospital de Madrid, onde foi atendida e detida como presumível responsável de um crime contra a saúde pública.