O diretor da equipa de buscas do Boeing 777 da Malaysia Airlines desaparecido desde 08 de março de 2014 quando ligava Kuala Lumpur a Pequim disse este sábado que a aeronave será encontrada no Índico.

«Sei que em algum momento me vão chamar a meio da noite. Acontecerá», disse Peter Foley ao diário Sydney Morning Herald.

Até agora não foi encontrado qualquer objeto relacionado com o avião que, sob o número MH370, é hoje um dos maiores mistérios da avião comercial moderna.