Pelo menos 19 pessoas morreram no monte Kinabalu, na Malásia, na sequência de um sismo de magnitude 6,0 na escala de Richter que atingiu na sexta-feira a região.

As equipas que estão a percorrer a montanha resgataram hoje 17 corpos, que se somam a dois que tinham sido encontrados ainda na sexta-feira, um estudante de 12 anos e um guia local de 30 anos.

O terramoto, que ocorreu às 07:15 de sexta-feira (23:15 de quinta-feira em Lisboa), sacudiu o monte Kinabalu, um popular destino turístico, provocando deslizamentos de terras e a queda de blocos rochosos.

O número de vítimas mortais tem aumentado nas últimas horas.