As buscas ao avião da Malysia Airlines desaparecido há seis dias poderão ser alargadas a zonas do Oceano Índico, segundo informou um porta-voz dos EUA.

«É do meu conhecimento que graças a novas informações, que não são necessariamente conclusivas, uma área de busca adicional poderá ser aberta no oceano Índico, disse Jay Carney, porta-voz da casa Branca.

«Estamos a consultar os parceiros internacionais para medir os meios a aplicar», continuou.

O voo 370 desapareceu este sábado entre a Malásia e a China com 239 passageiros a bordo, e não existem, ainda, quaisquer indícios do seu possível paradeiro.