O computador foi roubado em Bangor, na Irlanda do Norte, poucos dias depois do funeral da filha de Lynda McCance, Chloe, e continha uma apresentação sobre a história da menina de 8 anos, produzida pela empresa funerária, com fotografias e um verso escrito em memória da sua vida.

 

Este sábado, Lynda afirmou publicamente no Facebook que aceitaria o computador de volta, «sem perguntas», explicando o seu «precioso» valor sentimental, e ofereceu ainda uma recompensa a quem o devolvesse.

No domingo, pela mesma rede social, fez saber que o seu Acer cinzento lhe tinha sido devolvido e agradeceu aos seus amigos por terem espalhado a mensagem.

«Quero dizer um grande obrigado a todos pelas partilhas das minhas publicações, pelas mensagens enviadas, dinheiro doado e tudo o mais. Todos vocês me ajudaram a restaurar um pouco de fé na existência de pessoas decentes… Agora tenho o meu computador de volta, muito obrigada a todos pelo apoio», lê-se na sua página de Facebook.