Pelo menos 12 pessoas sofreram queimaduras, na sequência de um ataque em que foi utilizado ácido, numa discoteca em Londres, esta madrugada de segunda-feira. Estava a decorrer um evento com 600 pessoas, quando tudo aconteceu.

Os bombeiros indicaram, citados pelo The Guardian, que a "única informação" de que dispõem é que uma "substância corrosiva desconhecida foi lançada dentro da discoteca" e que foi identificada como sendo uma "substância ácida forte". 

No Twitter, uma das pessoas que alegadamente presenciou os trabalhos de socorro publicou uma fotografia:

Cerca de 200 pessoas já tinham saído das instalações da Mangle E8, perto de Dalston, antes de os serviços de emergência chegarem. As restantes 400 tiveram de ser retiradas da discoteca.

Pelo menos 10 dos feridos foram transportados para o hospital, indicou o serviço de ambulâncias de Londres. Os outros dois procuraram tratamento pelos seus próprios meios, segundo a polícia. 

Para além dos bombeiros, da polícia e das ambulâncias, também foi enviada para o local uma equipa específica dedicada a substâncias perigosas. As ruas circundantes foram fechadas, no perímetro de segurança criado para o efeito, para ajudar à investigação. 

Até ao momento, não foi efetuada qualquer detenção. As autoridades estão a investigar. 

Na imagem seguinte, podemos ver com maior clareza a fachada da discoteca.