O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou na terça-feira que enviará «provavelmente em breve» assistência técnica à Ucrânia para ajudar no processo de transição política e difícil situação económica que levou à queda do Presidente Víktor Yanukovich.

«Provavelmente em breve daremos alguma assistência técnica ao país», assegurou a diretora do FMI, Christine Lagarde, após uma conferência na Universidade de Stanford, na California, Estados Unidos.

Lagarde reconheceu que a Ucrânia atravessa uma «difícil situação económica» e adiantou que o FMI estará «muito atento e ativo, analisando os acontecimentos» nos próximos dias.