Quinta-feira era para ser o novo dia "D" para a Grécia, mas foi mais uma vez adiado. Os holofotes internacionais estão apontados para Bruxelas, onde decorrem as negociações entre os credores e as instituições. Tão apontados que num desfile da Semana da Moda de Paris, um modelo manifestou-se em plena passerelle, erguendo uma faixa com as palavras "Kill Angela Merkel".

Isso mesmo: "Matem Angela Merkel", um apelo seguido da palavra "not", ou seja, "não", deixando de ficar muito claro o que queria dizer, afinal. 


      Modelo de Rick Owens causa polémica em desfile

Os desfiles do já de si controverso designer Rick Owens costumam primar pela surpresa e pelo choque, mas desta vez ele garante que não teve nada a ver com o sucedido, demarcando-se da atitude do seu modelo "doido", como o chamou.

Rick Owens teve, até, necessidade de emitir um comunicado, dizendo que aquele comportamento tinha sido um ato "independente" e não refletia a opinião do estilista. 

O estilista e o modelo trabalham juntos há 12 anos. Owens fez questão de dizer que deu um murro a Jera, como é conhecido, assim que ele saiu da passerelle, segundo o "The Guardian".  "É um modelo doido e rebelde que eu esmurrei logo a seguir". 

O seu desfile ficou ofuscado por este inusitado protesto. No último, o protagonista de outra polémica tinha sido o próprio estilista quando, na coleção outono/inverno, era possível ver, discretamente, por entre as roupas, os pénis dos manequins.