A União Europeia convocou um conselho de ministros dos Negócios Estrangeiros extraordinário para quinta-feira sobre a Ucrânia, sendo possível a aplicação de sanções ao país, anunciou hoje fonte oficial.

Violentos confrontos em Kiev fazem vários mortos

A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, disse hoje que perante a violência e repressão na Ucrânia a União Europeia admite impor sanções contra Kiev.

De acordo com um comunicado, Ashton convocou uma reunião extraordinária do comité político e de segurança da União Europeia, indicando igualmente que «vão ser estudadas todas as opções possíveis, incluindo medidas restritivas» em resposta à repressão e à violação dos direitos humanos.

Ucrânia: Governo português condena violência