A próxima edição do semanário satírico francês «Charlie Hebdo», que sai na quarta-feira em mais de 20 países, será traduzida em cinco línguas, entre as quais árabe e turco, anunciou esta terça-feira o seu chefe de redação, Gérard Biard.

Preparada pelos sobreviventes do sangrento atentado da semana passada, esta edição do jornal satírico será traduzida em inglês, espanhol e árabe na versão digital e em italiano e turco na versão em papel, precisou Biard numa conferência de imprensa em Paris.

Esta edição do jornal terá uma tiragem de três milhões de exemplares em vez dos habituais 60.000.