Ryan Lochte, campeão olímpico nos 4x200m livres, e outros três atletas da equipa norte-americana de natação foram assaltados à mão armada à saída de uma festa no Rio de Janeiro. Foi na passada noite de sábado que três nadadores olímpicos foram assaltados à saída de uma festa no Rio de Janeiro, cidade brasileira onde decorrem os Jogos Olímpicos.

Ryan Lochte, campeão olímpico na natação nos 4x200m livres (e a segunda estrela desta modalidade a seguir a Phelps), Gunnar Bentz, Jack Conger e Jimmy Feigen, também membros da equipa olímpica norte-americana de natação, terão sido abordados por um assaltante ao entrarem num táxi depois de uma festa na Sociedade Hípica da Zona Sul da 'cidade maravilhosa'.

Segundo a BBC, os assaltantes terão exigido dinheiro e outros pertences pessoais.

Já de acordo com a informação de Ben Way, jornalista da Fox News, ao campeão olímpico terá sido roubada a carteira. Contudo, o Comité Olímpico dos Estados Unidos e o Comité Rio-2016 não confirmaram a notícia, uma vez que as informações seriam ainda demasiado vagas, segundo Mário Andrada, diretor de comunicação do Rio-2016.

Alguns meios de comunicação acordaram com essa informação, mas não sabemos, pode vir de muitas fontes: uma pessoa que viu, alguém que estava por perto, não sabemos. Mas já que essa informação não saiu e não temos como confirmar, uma vez que não recebemos nenhum relatório oficial, a melhor fonte de informação é o Comité Olímpico Americano, que nega a informação", explicou Andrada, ao brasileiro Globo.

Por sua vez, Ileana Lochte, mãe do atleta, terá confirmado o facto à Fox. Segundo os meios de comunicação norte-americanos, os atletas estão em segurança e sem qualquer tipo de ferimentos.