Jeff Bradstreet, um médico ativista contra o plano de vacinação, foi encontrado morto na Carolina do Norte, nos EUA, segundo informa a Associated Press.

As autoridades afirmam que, ao que tudo indica, o médico terá cometido suicídio. A morte está a levantar desconfianças e a família da vítima quer uma investigação privada.

O corpo do médico foi encontrado por um pescador, no dia 19 de junho, junto ao rio Rocky Broad River. A polícia afirma que a causa da morte foi o ferimento de uma bala no peito, que parece ter sido auto-infligida. A pistola usada para o efeito foi encontrada perto do local.

A morte de Jeff Bradsteet ainda está sob investigação, mas família do médico criou uma campanha de fundos online para financiar investigações privadas, por não acreditar no suicídio.

O corpo do médico foi encontrado depois do seu escritório ter sido revistado por agentes policiais, sem qualquer razão aparente. O fundo conta já com 15 mil dólares.

Bradsteet é o médico responsável pela publicação de um estudo controverso que liga as vacinas ao autismo. As suas afirmações foram refutadas pela comunidade médica americana.