A justiça iraniana condenou, este domingo, o jornalista Jason Rezaian, do Washington Post, à cadeia por espionagem. De acordo com a agência noticiosa iraniana Irna, os pormenores da sentença do Tribunal Revolucionário de Teerão serão divulgados “futuramente”.
 
O porta-voz do Poder Judiciário, Mohseni Ekhei, adianta que a sentença ainda não foi oficialmente transmitida a Rezaian, jornalista iraniano-americano.
 
Jason Rezaian foi detido em Teerão em julho de 2014, juntamente com a mulher e dois amigos. Algumas semanas depois, todos foram libertados, à exceção de Jason.
 
Após 10 meses preso, foi acusado de espionagem, por "ter compilado informação sobre temas das políticas interna e exterior iraniana, e fornecê-la a pessoas indevidas". Foi também acusado de "cooperar com estados hostis e fazer propaganda contra a República Islâmica".