O japonês Yasutaro Koide, de 112 anos, foi reconhecido como o homem mais velho do mundo ainda vivo pelo Livro Guinness dos Recordes, informam hoje os ‘media’ nipónicos.

Yasutaro Koide recebeu o reconhecimento após a morte em julho do também japonês Sakari Momoi, que o superava em termos de idade por aproximadamente um mês de diferença.

Yasutaro Koide, que nasceu a 13 de março de 1903, que trabalhou como alfaiate, passa atualmente os dias entre a sua casa e um centro diurno na cidade de Nagoya (centro do Japão), para onde se mudou quando tinha 107 anos para estar mais perto da filha.

A subida ao primeiro lugar dos recordes já era esperada depois do japonês Sakari Momoi, reconhecido anteriormente como o homem mais velho do mundo, ter morrido em julho passado, em Tóquio, aos 112 anos de idade. Na altura foi avançado que o idoso tinha falecido devido a uma insuficiência renal.