O youtuber norte-americano Logan Paul está a ser fortemente criticado nas redes sociais na sequência da publicação de um vídeo em que mostrou o corpo de uma pessoa morta numa floresta do Japão - Aokigahara -, conhecida como a floresta dos suicídios.

Logan Paul fez uma publicação na sua conta de Twitter, onde pede desculpa pelo vídeo, que entretanto retirou da Internet.  

No início do vídeo, intitulado de "encontrámos um morto na floresta japonesa do suicídio", o youtuber começou por dizer que aquele acontecimento iria marcar a história de vídeos do Youtube, por ser algo que nunca tinha sido feito antes. Mais tarde, vê-se Logan com os amigos a passear na floresta de Aokigahara, onde acabou por encontrar e filmar um corpo pendurado numa árvore. 

Assim que o vídeo foi tornado público, Logan recebeu diversas críticas nas redes sociais, levando alguns internautas a pedir que o canal de Logan - que conta com mais de 15 milhões de subscritores - , fosse apagado. O ator Aaron Paul, protagonista na série norte-americana Breaking Bad, foi um dos que não ficou indiferente à situação e que fez uma publicação no Twitter onde critica fortemente o comportamento de Logan. 

 

 

Depois da polémica, Logan Paul fez uma publicação na sua conta de Twitter, onde pede desculpa pelo sucedido e refere que ter gravado o vídeo foi um erro. No texto, o youtuber referiu, também, que apenas pretendia aumentar a consciencialização sobre os casos de suicídio, admitindo que tratou a situação de maneira errada e que não iria acontecer algo semelhante novamente.