A Agência Meteorológica do Japão anunciou esta quarta-feira que o potente tufão Neoguri se dirige para a ilha de Kyushu, a segunda mais povoada do país, após a sua passagem por Okinawa, onde fez dois mortos e dezenas de feridos.

Um alerta especial devido ao risco de chuvas torrenciais poderem causar perdas humanas e danos graves foi novamente ativado hoje em Okinawa, no extremo sul do Japão, devido ao Neoguri que ruma em direção às principais ilhas nipónicas, prevendo que atinja, esta quinta-feira, Kyushu.

Duas pessoas morreram e mais de 500 mil foram obrigadas a procurar abrigo no Japão, depois de o tufão Neoguri ter alcançado Okinawa, região que continua a ser assolada por fortes chuvas e onde foram cancelados todos os voos e os serviços de transporte marítimo.

Com ventos superiores a 160 quilómetros por hora, o Neoguri deixou 52 mil casas sem eletricidade.