Uma japonesa octogenária foi detida sob a acusação de se ter apropriado indevidamente da pensão de reforma dos seus falecidos pais durante meio século, informou hoje a polícia.

Mitsue Suzuki, 86 anos, encaixou mais de 50 milhões de ienes (375.000 euros) durante cerca de 50 anos em nome dos pais que morreram na década de 1960, precisou a polícia.

Esta não é a primeira vez que um caso desta natureza vem a público no Japão, país com elevado número de idosos.