Uma equipa de peritos do Organismo Internacional de Energia Atómica (OIEA, na sigla inglesa) iniciou hoje em Tóquio uma missão em que analisará os trabalhos de desmantelamento da central nuclear de Fukushima e os níveis de contaminação radioativa.

A equipa, formada por 19 especialistas e liderada pelo espanhol Juan Carlos Lentijo, vai permanecer no Japão até 04 de dezembro e começou os trabalhos com uma reunião em Tóquio antes de partir, ainda hoje, para a prefeitura de Fukushima, epicentro da crise nuclear, confirmou à agência Efe um porta-voz do organismo.

A missão visa verificar as evoluções para o desmantelamento da central nuclear.