Após 27 longas horas de cirurgia, Anias e Jadon Mcdonald deram início a uma nova vida. Depois de terem nascido unidos pela cabeça, os dois irmãos foram separados com sucesso pelos médicos do Hospital Pediátrico do Centro Médico de Montefiore no Bronx, Estados Unidos, noticia a CNN.

A cirurgia para separar os gémeos durou cerca de 16 horas e foi seguida por mais 11 horas de operação para reconstruir o crânio de cada um dos irmãos. Os gémeos, de apenas 13 meses, foram operados por uma equipa liderada pelo cirurgião James Goodrich, especialista neste tipo de cirurgia. 

Jadon foi o primeiro irmão a sair da sala de operações. Cinco horas depois foi a vez de Anias. Os dois irmãos foram levados para junto da família, no 10.º andar do hospital, onde a mãe, Nicole, não conseguiu conter as lágrimas ao reencontrar-se com os filhos, sãos e salvos. 

No Facebook, a mãe foi dando conta da longa espera durante a cirurgia e contou ainda alguns pormenores: os bebés partilhavam uma área de 5x7 centímetros de tecido cerebral e o cirurgião teve de decidir como dividi-lo "com base no instinto" uma vez que não havia um plano definido. 

No final da cirurgia, Nicole revelou que Anias ficou debilitado com a operação e é possível que, inicialmente, não consiga mover um ou ambos os lados do corpo por causa da região do cérebro envolvida na cirurgia.

Os próximos dias são cruciais, uma vez que existe inchaço cerebral e risco de acidente vascular cerebral.

"Os próximos meses serão críticos em termos da recuperação e não sabemos como o Anias e o Jadon se vão recuperar nas próximas semanas", escreveu ainda Nicole.