«Trata-se de um duro golpe contra esta organização, através do qual se contribui para reforçar a segurança do mercado monetário internacional», indica o comunicado.