A Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) aprovou, esta quarta-feira, a entrada da Palestina no organismo com o apoio dos estados-membros, segundo fontes da delegação palestiniana.

A votação, que se realizou durante a 86.ª Assembleia-Geral da agência internacional que decorreu nos últimos dias em Pequim, contou com o apoio de 75 Estados-membros.

No entanto, durante a votação 34 países abstiveram-se e outros 24 votaram contra, entre eles Israel e os Estados Unidos, que se opuseram desde o primeiro momento à entrada da Palestina na Interpol.

As ilhas Salomão também alcançaram o mesmo estatuto.

Com as duas novas entradas, sobe para 192 o número de membros da Interpol.