Pieter e Paulus Langerock nasceram a 8 de julho de 1913 e são os gémeos mais velhos do mundo. Dizem que comer com moderação, não beber muito e não correr atrás das mulheres são a receita para uma vida feliz.

Com 102 anos, os gémeos afirmam que não há nenhuma fórmula para atingir tão longa idade.

"O segredo? Não temos nenhum. É a natureza que decide", refere Paulus.


Os gémeos viveram a maior parte das suas vidas juntos e foi raro o dia em que estiveram afastados. Atualmente, partilham quarto na casa de repouso onde vivem há três anos, na cidade belga de Gante.

Ambos tomam um copo de vinho tinto por dia, o que consideram fundamental para manter a boa saúde.

Para Pieter, a memória mais feliz da sua longa vida é o dia em que ele e o irmão se formaram em Direito.

Os irmãos, que se consideram os melhores amigos, recordam que as pessoas os confundiam muitas vezes.

Nenhum dos dois se casou e sempre desaprovaram as escolhas um do outro no que toca a mulheres. Mas Paulus deixa um conselho às gerações mais novas.
 

"Não façam nada insensato, não bebam muito, não comam muito nem saiam muito. Não corram atrás das mulheres... Casem, casem. O melhor conselho é casar com uma mulher que amem e ter filhos".


Apesar de serem os gémeos mais velhos do mundo ainda vivos, os Langerock precisam de mais três anos para bater o recorde dos  irmãos norte-americanos Moyer, que morreram com 105.