Ao fim de 12 anos de batalhas políticas e jurídicas, o Pentágono vai publicar fotos inéditas com sevícias praticadas em detidos no Iraque e Afeganistão no início dos anos 2000, anunciou na quarta-feira uma organização não-governamental.

A Associação de Defesa das Liberdades Civis (ACLU, na sigla em Inglês) revelou que 198 destas fotos deveriam ser divulgadas pelo Pentágono até sexta-feira.

Desde 2004 que a ACLU procura obter nos tribunais a publicação de duas mil fotografias que mostram as sevícias sofridas pelos prisioneiros, ao abrigo de uma lei sobre a liberdade de informação.