O porta-voz do Serviço Antiterrorismo, Sabah al-Numani, afirmou que a cidade está a ser atacada por militares, apoiados pela força aérea, e que a zona residencial de Ramadi já foi evacuada.

 

"Entrámos no centro de Ramadi a partir de diversas frentes e começámos a purgar os bairros residenciais”.

BBC

O exército iraquiano começou o cerco à cidade em novembro. Esta segunda-feira, o ministério da Defesa afirmou que ainda há civis na cidade. O número ronda as 250 e as 300 pessoas.

Ramadi, a 90 quilómetros de Bagdad, foi conquistada pelo EI em maio, depois do exército iraquiano ter sido derrotado naquele território.