Um nenúfar anão ugandês, a espécie mais pequena do mundo desta planta aquática, foi roubado da estufa Príncipe de Gales, nos jardins botânicos de Kew, no sudoeste de Londres, informou esta quarta-feira a Scotland Yard.

Em causa está um exemplar de «Nymphaea thermarum», de apenas um centímetro de diâmetro, que terá sido retirada dos jardins na quinta-feira passada «por algum visitante», informam fontes policiais.

«Os nossos trabalhadores dedicam-se à conservação de plantas e os incidentes deste tipo supõem um golpe na nossa confiança. Levamos muito a sério os furtos na nossa coleção científica de plantas, que não tem preço», afirmou Richard Barley, diretor de horticultura dos jardins Kew.

O nenúfar anão ugandês, de pétalas brancas e estigma amarelo, foi descoberto pela primeira vez em 1987 nas águas termais da localidade de Mashyuza, no Ruanda, país que faz fronteira com o Uganda, mas desapareceu em 2008 devido a uma primavera extremamente quente que secou as águas onde se encontrava.

Cientistas na Alemanha e em Londres passaram meses a tentar propagar as poucas sementes sobreviventes, sem êxito.

Há dois anos, quando já só havia dois lotes de sementes, o horticultor Carlos Magdalena, que trabalha nos jardins Kew, conseguiu finalmente recriar as condições exatas que a planta precisava para florescer.

Desde então, o especialista e a equipa dos jardins conseguiram reproduzir cerca de 50 plantas, mas esta ainda se encontra criticamente ameaçada.

As flores precisam de temperaturas muito precisas e níveis exatos de oxigénio e dióxido de carbono para florescer e teme-se que a planta roubada morra em breve sem os cuidados dos especialistas.

A polícia metropolitana já iniciou uma investigação e pede ajuda para encontrar a planta e os responsáveis pelo seu furto.

Um porta-voz dos jardins Kew disse que é difícil estimar o valor do nenúfar, mas a sua raridade torna-o muito apetecível.

Apesar de albergarem mais de 30.000 plantas florais e o maior banco de sementes do mundo, os jardins botânicos de Londres não têm câmaras de segurança, informaram fontes policiais.