A Rússia denunciou, esta quarta-feira, uma «tentativa de golpe de Estado» na Ucrânia e «exigiu» que os líderes da oposição interrompam a violência, noticia a AFP.

«No fundo trata-se de uma tentativa de golpe de Estado», afirma em comunicado o ministério russo dos Negócios Estrangeiros. «A parte russa exige que os líderes (da oposição) façam cessar o derramamento de sangue no país e retomem sem atraso o diálogo com o Governo legítimo, sem ameaças nem ultimatos», refere ainda o comunicado.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, discutiu os eventos recentes em Kiev com o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, por telefone durante a noite, afirma esta quarta-feira o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, citado pela Reuters.