As autoridades britânicas revelaram o discurso que estava preparado para a Rainha Isabel II ler ao povo britânico na televisão nacional aquando do início da Terceira Guerra Mundial.

O discurso foi agora libertado ao abrigo da lei que manda tornar públicos os documentos com mais de 30 anos. No entanto, este discurso nunca chegou a ser visto ou lido pela rainha.

Preparado para ser emitido no dia 4 de março de 1983, no discurso, a rainha pediria aos britânicos que «rezassem» e que as «famílias se mantivessem unidas», recordando também ela o filho Andrew que hipoteticamente estava a combater na frente de batalha, conta a BBC.

Trinta anos depois, a Guerra Fria que opunha a Rússia aos Estados Unidos e aos países da NATO, está longe e enterrada. Como o discurso esquecido estes anos todos.