Quatro jornalistas franceses, mantidos em cativeiro na Síria durante mais de um ano, foram libertados.

O anúncio foi feito este sábado pelo próprio presidente francês François Hollande e que estes «estão bem de saúde», cita a BBC.

Edouard Elias, Didier François, Nicolas Henin e Pierre Torres foram raptados na Síria em junho de 2013.

Os quatro homens foram encontrados por soldados turcos na fronteira entre a Turquia e a Síria.

Os jornalistas foram raptados no mesmo mês, mas em duas ocasiões diferentes, embora ambas atribuídas ao mesmo grupo radical.

Em fim de semana de Páscoa, Hollande «quis partilhar com as famílias» o regresso dos jornalistas nas próximas horas a França.

A felicidade de um dos jornalistas libertados.

Mais de 60 jornalistas já forma mortos desde o início da guerra civil na Síria.