A queda de uma avioneta em Norfolk, no Reino Unido, fez na quinta-feira, quatro mortos.

Entre as vítimas, sabe-se agora que estava o homem mais rico da Irlanda. Os quatro mortos, todos homens, não resistiram à queda e os meios de socorro nada puderam fazer quando chegaram ao local.

O alerta foi dado pelas 19:30 locais e inicialmente dava conta de que tinha caído um helicóptero. Veio a perceber-se depois que se tratava de uma avioneta civil e que caiu dentro de uma propriedade.

A avioneta tinha como destino a Irlanda do Norte.

Lorde Ballyedmond, de 70 anos, deixa uma fortuna avaliada em quase 800 mil milhões de euros, segundo o «The Independente», muito graças aos negócios na indústria farmacêutica veterinária e na aviação civil.

As autoridades já estão a investigar as causas do acidente, até porque, segundo o jornal britânico, poucas horas da morte do aristocrata, as famílias de 16 homens que morreram na queda de um helicóptero em 2009, anunciaram que iam processar a empresa de aviação de Ballyedmond, já que o inquérito àquela tragédia concluiu que houve falhas na manutenção do aparelho.