O G7 concordou hoje em impor novas sanções à Rússia devido à crise na Ucrânia, com fonte oficial dos EUA a indicar que as medidas norte-americanas poderão ser aplicadas já a partir da próxima segunda-feira.

«Nós concordamos em impor rapidamente sanções adicionais à Rússia», refere a declaração conjunta do grupo dos sete países mais industrializados do mundo, divulgada hoje em Seul.

«Face à urgência de garantir a oportunidade de uma votação democrática bem-sucedida e pacífica para as eleições presidenciais da Ucrânia, no próximo mês, assumimos o compromisso de agir rapidamente para intensificar as sanções e medidas, a fim de aumentar os custos das ações por parte da Rússia», refere o grupo, formado pelo Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos, em comunicado.