Uma fábrica da Samsung, em Campinas, no Brasil, foi alvo de um mega-assalto na madrugada de segunda-feira.

Sete camiões carregados com material foram levados da fábrica da marca norte-coreana. Um prejuízo que ultrapassa os 4,5 milhões de euros, de acordo com um comunicado da empresa.

Tudo se passou entre a meia-noite e as três da manhã, de acordo com a polícia. Na empresa, 50 trabalhadores foram feitos reféns segundo a empresa, mas a polícia disse à «Globo» que o número de funcionários no local seria superior. Numa informação, as duas fontes estão de acordo: não houve feridos, embora os suspeitos do roubo estivessem armados, como revelam testemunhos recolhidos pelos media locais.

E foi à EPTV que chegou um vídeo com imagens das câmaras de segurança que mostram os camiões a serem carregados.

O modis operandi dos ladrões, que pareciam muito bem informados sobre o funcionamento da fábrica começou fora dos portões da Samsung, ao intercetarem e furtarem os cartões de acesso dos funcionários que seguiam numa carrinha.

Esta foi a porta de acesso ao grupo de cerca de 20 elementos. Ao sair levaram 40 mil peças.