O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, saudou esta segunda-feira, em Luanda, o «empenho» de Angola na busca de soluções para a paz e estabilidade em África e manifestou a convicção de que as relações bilaterais vão além das questões económicas.

Kerry, que falava à imprensa após consultas com o seu homólogo angolano, Georges Chikoti, destacou, além da economia, as questões ligadas ao desenvolvimento e à paz e estabilidade na região dos Grandes Lagos.

«A liderança do Presidente (angolano José Eduardo) dos Santos está a fazer a diferença», salientou Kerry, referindo-se à presidência angolana da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos, desde janeiro passado.

Os Estados Unidos e Angola decidiram instituir consultas regulares anuais, anunciou hoje em Luanda o chefe da diplomacia angolana.

Georges Chikoti, que falava à imprensa no final do encontro com o secretário de Estado norte-americano John Kerry, disse que na ocasião foram abordadas as relações bilaterais, que classificou como «positivas».

«Decidimos que, futuramente, os nossos encontros bilaterais vão ocorrer com mais regularidade, pelo menos uma vez por ano», cita a Lusa.

Angola é um parceiro «muito importante» para os Estados Unidos, disse o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.