«Desta vez é diferente». A Comissão Europeia não se cansa de avisar que as eleições europeias de maio vão ser diferentes das anteriores, não só porque são as primeiras depois da crise que afetou a zona euro, mas principalmente porque pela primeira vez as grandes famílias europeias vão apresentar os seus candidatos à Comissão, sucedendo a Durão Barroso.

Atestando o facto de efetivamente estas eleições serem diferentes, a Eurovisão anunciou que vai organizar os primeiros debates televisivos entre os cinco principais candidatos à Comissão. Primeiro a 15 de maio com todos eles e a 20 entre os dois candidatos das maiores famílias políticas. Será a melhor forma da Europa conhecê-los, ainda que estejam previstas ações de campanha de todos em vários estados-membros. A audiência potencial é de 500 milhões de espectadores.

Os debates serão inspirados no modelo americano, com audiência ao vivo, e decorrerão no plenário do Parlamento Europeu. «Seguirão regras restritas que visam refletir os valores do Serviço Público de Media e os princípios editoriais adotados pelos membros da União Europeia de Radiodifusão», refere a Eurovisão em comunicado.

O debate de 15 de maio terá a duração de 90 minutos e juntará os candidatos das principais famílias políticas à Comissão Europeia, que serão Martin Schulz (Aliança Progressiva de Socialistas e Democratas), Guy Verhofstadt (Aliança dos Liberais e Democratas pela Europa), Alexis Tsipras (Grupo da Esquerda Europeia), Ska Keller/José Bové (Verdes) e muito provavelmente Jean-Claude Juncker, que é o mais forte candidato a ser apresentado pelo Partido Popular Europeu.

O segundo debate ocorrerá a 20 de maio, terá a duração de 45 minutos, e será um frente-a-frente entre os candidatos das duas maiores famílias partidárias, ou seja, um confronto direto entre Schulz e Juncker.

A apresentadora escolhida é a experiente jornalista italiana Monica Maggioni, atualmente a trabalhar na Rai24.





Considerando que se trata de uma transmissão de serviço público, é provável que os debates sejam transmitidos em Portugal por um dos canais da RTP.

#EP2014 é uma série de textos da autoria de Filipe Caetano, jornalista da Mediacapital e doutorando no ISCTE-IUL