A jovem norueguesa detida no Dubai, após apresentar queixa por violação, foi perdoada e terá recebido ordem para abandonar o país, escreve a BBC, que cita fonte do governo norueguês.

Durante uma viagem de negócios, em Março, a este país, Marte Deborah Dalelv terá sido violada por um colega. Depois de apresentar queixa, foi surpreendida pela própria detenção por manter relações sexuais fora do casamento. Acabou condenada a 16 meses de prisão.

Após o caso se tornar notícia em todo o mundo e o governo norueguês apresentar um protesto junto das autoridades oficiais do Dubai, foi dada ordem de libertação à jovem. Dentro de alguns dias, Marte Deborah Dalelv deverá regressar a casa.