Uma mulher morreu num acidente de viação na Arábia Saudita esta quinta-feira, após ter perdido o controlo do carro. A viatura embateu num muro em Riade e incendiou-se, como noticia a France Presse.

A notícia não levantaria suspeitas caso a Arábia Saudita não fosse o único país no mundo a proibir as mulheres de conduzirem.

Algumas desafiam a lei islâmica do país, mas poucas se atrevem a fazê-lo nos grandes centros urbanos.

Tanto em 2010 como em 2012 houve acidentes semelhantes.

Naquele país asiático, as mulheres têm que andar cobertas da cabeça aos pés e carecem de autorização do marido para trabalhar ou viajar.