A polícia norte-americana intensificou as buscas por um adolescente acusado de matar a mãe e o irmão mais novo e de ter permanecido com os cadáveres ensanguentados na casa de banho do apartamento em que viviam em Henderson, no estado do Nevada.

De acordo com a Associated Press, Adrian Navarro-Canales, de 16 anos, está desaparecido desde a semana passada, quando a polícia encontrou os corpos da mãe Elvira Canales-Gomez, de 40 anos, e do irmão Cesar Navarro, de nove anos.

As autoridades norte-americanas declararam agora Adrian Navarro-Canales como principal suspeito e emitiram um mandado de busca. O porta-voz da polícia de Henderson, Keith Paul, fez saber que o adolescente será julgado na condição de adulto.

O rapaz, que fez anos a semana passada, deixou de ser visto antes de a polícia ter encontrado os corpos da mãe e do irmão, na sexta-feira. As autoridades foram ao apartamento onde a família morava porque Elvira Canales-Gomez não comparecia ao trabalho desde quarta-feira e o filho mais novo também não ia à escola desde o mesmo dia.

A polícia acredita que mãe e filho mais novo foram esfaqueados por volta do dia 17 de setembro e que o filho adolescente pode ter permanecido no apartamento pelo menos uma noite antes de fugir.

Elvira Canales-Gomez foi encontrada morta na casa de banho com múltiplas facadas e uma faca espetada no peito, enquanto o filho Cesar Navarro foi encontrado na banheira. Tinha sido apunhalado uma vez. O médico legista confirmou depois que os dois morreram de facadas no peito.

Inicialmente, o adolescente de 16 anos não foi considerado suspeito, mas a opinião da polícia mudou depois de terem surgindo novos factos durante a investigação.

O pai de Adrian Navarro-Canales, que tem o mesmo nome, mora na Califórnia e lançou um apelo ao filho para que entre em contacto.